Licenciamento Ambiental

O licenciamento ambiental nada mais é que um processo administrativo seja federal, estadual ou municipal, e que tem como objetivo assegurar a qualidade de vida da população por meio de um controle prévio e contínuo acompanhamento das atividades capazes de gerar impactos sobre o meio ambiente.

O licenciamento ambiental tem prazo de validade definido, onde o órgão responsável estabelece regras, condições, restrições e medidas de controle a serem seguidas por sua empresa. Entre as principais características avaliadas no processo ressalta-se: geração de líquidos poluentes (despejos e efluentes), resíduos sólidos, emissões atmosféricas, ruídos e o potencial de riscos de explosões e de incêndios. Ao receber a Licença, o empreendedor assume os compromissos para a manutenção da qualidade ambiental do local em que se instala.

Quando Solicitar o Licenciamento Ambiental?

Todo empreendimento listado na Resolução CONAMA 237/1997 é obrigado a ter licença ambiental. Assim, é necessário conferir se a sua atividade encontra-se na lista e, no caso afirmativo, seguir com os procedimentos legais para o licenciamento ambiental.

O licenciamento é composto por três fases:

  • Licença Prévia (LP) – Licença que deve ser solicitada na fase de planejamento da implantação, alteração ou ampliação do empreendimento. Aprova a viabilidade ambiental do empreendimento, não autorizando o início das obras. Consulte: Avaliação Ambiental Preliminar
  • Licença Instalação (LI) – Licença que aprova os projetos e que autoriza o início da obra/empreendimento. É concedida depois de atendidas as condições da Licença Prévia. Consulte: Investigação Confirmatória Ambiental
  • Licença de Operação (LO) – Licença que autoriza o início do funcionamento do empreendimento/obra. É concedida depois de atendidas as condições da Licença de Instalação.

A solicitação das licenças deve estar de acordo com a fase em que se encontra a atividade/ empreendimento: concepção, obra, operação ou ampliação, mesmo que não tenha obtido anteriormente a Licença prevista em Lei.

Atividades que estiverem em fase de ampliação e não possuírem Licença de Operação deverão solicitar, ao mesmo tempo, a LO da parte existente e a LP para a nova situação. No caso de já possuírem a LO deverão solicitar LP para a situação pretendida.

Como Realizar o Licenciamento Ambiental?

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), órgão conectado à Secretaria de Estado do Meio Ambiente, tem como principal tarefa a prevenção e controle de poluição em todo o Estado de São Paulo. Assim, cabe a CETESB, atuar junto às atividades no que cabem os mais diferentes licenciamentos.

Elaboramos uma lista relacionando alguns dos principais documentos exigidos para a concessão do licenciamento:

  • Memorial descritivo do processo industrial da empresa;
  • Formulário de Requerimento preenchido e assinado pelo representante legal;
  • Cópia do CPF e Identidade do representante legal que assinar o requerimento;
  • Cópias dos CPFs e Registros nos Conselhos de Classe dos profissionais responsáveis pelo projeto, construção e operação do empreendimento;
  • Cópias do CPF e Identidade de pessoa encarregada do contato entre a empresa e o órgão ambiental;
  • Cópias da Procuração, do CPF e da Identidade do procurador, quando houver;
  • Cópia da Ata da eleição da última diretoria, quando se tratar de sociedade anônima, ou contrato social registrado, quando se tratar de sociedade por cotas de responsabilidade limitada; • Cópia do CNPJ- Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica;
  • Cópias do registro de propriedade do imóvel ou de certidão de aforamento ou cessão de uso;
  •  Cópia da Certidão da Prefeitura indicando que o enquadramento do empreendimento está em conformidade com o a Lei de Zoneamento Municipal;
  • Cópia da Licença ambiental anterior, se houver;
  • Guia de Recolhimento (GR) do custo de Licença. A efetuação do pagamento e custo da taxa referente deverá ser orientada pelo órgão;
  • Planta de Localização do empreendimento. Poderá a empresa anexar cópia de mapas do Guia Rex ou outros mapas de ruas, indicando sua localização;
  • Croquis ou planta hidráulica, das tubulações que conduzem os despejos industriais, esgotos sanitários, águas de refrigeração, águas pluviais etc. A representação dessas tubulações deverão ser representadas com linhas em cores ou traços diferentes.

Quais Setores necessitam do Licenciamento Ambiental?

O licenciamento se estende às mais diferentes vertentes econômicas e sociais, tais como:

Objetivos do Licenciamento Ambiental?

O licenciamento ambiental tem como objetivo efetuar o controle das atividades efetiva e potencialmente poluidoras, pertencentes a particulares ou ao Poder Público, através de um conjunto de procedimentos a serem determinados pelo órgão administrativo de meio ambiente competente, com o intuito de garantir o meio ambiente ecologicamente equilibrado e de defender a qualidade de vida de todos.

Consulte outros serviços MLC Consultoria Ambiental:

Consultoria Ambiental

Licenciamento Ambiental para Posto de Combustível

Gerenciamento de Áreas Contaminadas

Gerenciamento de Resíduos Sólidos

Licenciamento Ambiental LP, LI e LO

Avaliação Ambiental Preliminar

Investigação Confirmatória Ambiental

Estudo de Impacto de Vizinhança EIV

Plano de Controle Ambiental PCA

Relatório Ambiental Preliminar RAP

Resumo
Licenciamento Ambiental
Nome do Artigo
Licenciamento Ambiental
Descrição
Leia aqui informações sobre o licenciamento ambiental, como e quando solicitá-lo, sua importância e quais setores estão relacionados a essa prática.O licenciamento ambiental nada mais é que um processo administrativo seja federal, estadual ou municipal, e que tem como objetivo assegurar a qualidade de vida da população por meio de um controle prévio e contínuo acompanhamento das atividades capazes de gerar impactos sobre o meio ambiente.
Autor
Nome do Publicador
MLC Consultoria Ambiental
Logo do Publicador